quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

Novo ano

Está a acabar. Deu muito trabalho este ano. Começou muito mal, a passagem d'ano foi das mais tristes e o ano foi dos melhores. Estou a pensar cortar os pulso nesta, pode ser que corra ainda melhor ahahahha

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Ui

Nota-se que estamos no frio. Nota-se tanto. Só queremos andar agarrados, nem que seja ao bolso de alguém, mais ou menos conhecido, desde que seja quente, muito quente. Até o bairro fecha às 2h e não dá para aquecer o suficiente. Tens de mandar calar o mundo porque já fechou. Psiuuuu.. já fechou (com dedo na boca eheheh). No Inverno, ou arranjas um cão ou alguém que te aqueça os pés. Sozinho é complicado ultrapassar isto. Prova disto é que já começo a contar pelos dedos as mensagens a dizer "tenho saudades tuas". Não são saudades, é o frio. É a vidinha a acontecer com saudades que não me apetece ter..quem ficou para trás...ficou...pouf..

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Cenas

Li isto e está-me na mona: Tens de ser fácil de lidar mas difícil de alcançar. 

E sim, a vidinha tem acontecido muito bem...

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

Que m... de vida

Diz-se que um azar nunca vem só. Se ele tivesse mais amigos, mais amigos tinham aparecido lá por casa. Espetei-me de carro à saída das Amoreiras. Super-boo salvou-me. Consequência: viagem até ao Seixal na Fertagus. Buscar ovo cozido, o meu antigo carro, comercial, que me dá ar de leiteira. Trouxe-o para a rádio e não só fui multada como bloqueada. O meu esquentador começou a deitar água. O meu pai arranjou. Com o meu azar and friends, cheguei a pensar que me ia pedir dinheiro, lol. Esqueci-me das chaves dentro de casa. Viagem até ao Seixal para buscar outra. Deus está no Seixal. Deus chama-se Nuno Fernandes e é o meu irmão. O meu portátil morreu. Deus não tem obrigação de me dar um portátil mas o Pai Natal já se mancava. Seja ele quem for.

É a vidinha a acontecer com a ajuda de Deus, Super-Boo, e do meu Pai.